ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

Como fazer dieta em viagens

Você faz dieta e ama viajar? Como fazer para aliar os dois e não engordar? Hoje, vamos dar dicas de como não enfiar completamente o pé na jaca e voltar com alguns quilos a mais.

No nosso dia-a-dia, é muito fácil seguir a dieta para perder ou fazer a manutenção do peso. Quando você faz reeducação alimentar com nutricionista e muda alguns hábitos antigos que o fazia engordar, é tranquilo seguir a dieta e comer direitinho.

Você é testado quando vai viajar, com todas as tentações, comida em abundância, quebra da rotina de alimentação saudável e, em geral, fazemos menos atividade física.

dieta-viagem01

Quais problemas podem surgir durante uma viagem?

1 – FALTA DE TEMPO: Quando viajamos, passamos muito tempo em estradas, aeroportos e reuniões mais que o normal. Quanto menos tempo você tem, menos poderá se preocupar com sua alimentação, como ir ao supermercado comprar comidas saudáveis e cozinhar. Isso aumenta muito a chance de você procurar soluções rápidas, como nas lojas de conveniência dos postos de gasolina.

2 – QUEBRA DOS HÁBITOS DIÁRIOS: Se você está viajando, pode não ser prático o acesso aos alimentos que você está acostumado. Mesmo que tenha acesso, pode não ter tempo para cozinhar e ir ao supermercado.

3 – SUAS COMPANHIAS: As pessoas com quem você anda, especialmente em viagens, acabarão influenciando a sua alimentação. Muita gente gosta de uma farta refeição e alguns drinks e, quando o grupo vai jantar ou sair, é difícil seguir sua dieta.

Então, é possível fazer uma viagem sem estragar sua dieta?

Sim! Mas você vai precisar estar bem atento. Tudo conspira para que você coloque sua dieta de lado e enfie o pé na jaca. Se você for a algum restaurante ou voar de avião, peça pelo prato light/saudável, se estiver acessível.

dieta-viagem02

O primeiro obstáculo são as lanchonetes de fast food. É muito fácil, barato e mata a sua fome rapidamente. Elas estão em qualquer canto e acabam se tornando a maior fonte de alimentos de quem viaja. Um pouco de fast food aqui e ali não é ruim, mas quando você a consome em todas as refeições, isso vira um problema.

O valor nutricional de fast food é muito baixo e o número de calorias é alto. O ideal é evitar, mas se não for possível, você pode ao menos fazer algumas escolhas mais saudáveis. Opte por sanduíches com carnes ou frango grelhados e vários vegetais, por exemplo, evitando frituras. Se você for a algum restaurante, procure o cardápio “light” ou saudável. Você pode solicitar ao garçom que a sua refeição seja preparada com menos óleo, por exemplo.

1 – LANCHEIRA: Você pode levar uma lancheira ou sacos tipo “ziploc” com vegetais, frutas, iogurte, um sanduíche integral, etc. Isso vai ajudar bastante na viagem.

dieta-viagem04

2 – QUARTO COM FRIGOBAR: Ao chegar ao hotel, você pode ir a um supermercado local e abastecer o frigobar com alimentos saudáveis. Ou então pode trazê-los de casa.

3 – BONS RESTAURANTES: Procure saber se os restaurantes que você têm interesse em conhecer possuem um cardápio online para identificar boas opções que não o faça engordar.

4 – PLANEJE SEUS EXERCÍCIOS: Se você ficar em um hotel com academia, comprometa-se em usá-la ao menos alguns dias durante a sua viagem. Isso vai impedir que você perca os benefícios adquiridos com o treinamento físico. Nada pior do que voltar para sua rotina e descobrir que não aguenta mais correr a distância que estava acostumada a fazer, ou então ter que diminuir os pesos dos seus aparelhos. Mesmo que o hotel não tenha academia, você pode encontrar uma área para correr (uma praia, um parque, uma praça) ou fazer treinamento calistênico, que é o uso do peso do corpo para treino de força. Flexões de braço e agachamentos são exemplos de exercícios calistênicos. Elásticos para exercícios de resistência e uma corda para pular são fáceis de levar na mala. Enfim, não há desculpas para não se planejar.

dieta-viagem

5 – CAMINHE BASTANTE: Andar para lá e para cá no seu destino é uma ótima forma de queimar calorias extras e manter a sua condição física. Dê preferência a caminhadas ao invés de utilizar transporte público ou alugar um automóvel. É um esforço moderado, mas que pode ser mantido por horas, inclusive pode queimar mais calorias do que fazer um treino de uma hora e depois passar o resto do dia relaxando.

Se você enfiou o pé na jaca na viagem e engordou, isso não foi da noite para o dia. Pelo mesmo motivo, trapaças aqui e ali não devem ser motivos para achar que pôs tudo a perder nessa viagem. A vigilância é necessária para não se tornar vítima das circunstâncias e colocar todo um esforço a perder.

Gostou das nossas dicas de viagem? Está esperando o quê para colocá-las em prática? Conte-nos, aqui, o que achou!

Fonte: Site Comece a Emagrecer, adaptado por Bom Corpo.

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

10 AVALIAÇÕES MÉDIA 7.4

VEJA TAMBÉM