ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

Como perder a gordura subcutânea e visceral

Descubra a diferença entre as gorduras subcutânea e visceral!

A gordura subcutânea se localiza logo abaixo da camada mais externa da pele. Esta é a que você pode beliscar com os dedos, ela cobre os músculos abdominais e se você tem muita, não será capaz de ver os seus músculos abdominais. A gordura visceral está localizada entre os órgãos dentro do corpo. Você não pode agarrá-la, embora ela vá fazer o estômago ficar protuso se você tiver muito. Há evidências de que os homens tendem a ter mais gordura visceral do que as mulheres, as quais tendem a ter mais gordura subcutânea. Quando as mulheres chegam na menopausa, elas começam a desenvolver mais gordura visceral.

A gordura visceral fica por trás da parede abdominal e os órgãos que rodeia, no interior da cavidade peritoneal e afeta negativamente a saúde, aumentando a inflamação nos órgãos. Em parte, porque ela libera substâncias chamadas adipocinas, que aumentam a pressão arterial e influenciam a insulina. Ela também diminui a quantidade de adiponectina no corpo, um hormônio essencial para a queima de gordura que ajuda a acelerar o metabolismo, o que significa que existem mais triglicéridos ao entrar na corrente sanguínea.

A adiponectina é secretada a partir de tecido adiposo ou gordura subcutânea e ajuda na absorção de glicose e sensibilidade à insulina. Tem efeitos antiinflamatórios que suportam a pressão sanguínea saudável e função cardíaca.

Diabéticos e pessoas com sobrepeso têm níveis mais baixos de adiponectina, o que significa que quanto mais gordura você tem, mais gordura você vai ter. As adipocinas são liberadas pela gordura visceral e incluem IL-6 e TNF-a, o que levanta a pressão sanguínea, diminui a sensibilidade à insulina e causam inflamação.

A maneira mais eficaz para se livrar da gordura visceral é fazer intervalos de alta intensidade e treinamento de força. Os Sprints demonstraram ser mais eficazes. Uma revisão de pesquisa de treinamento de alta intensidade (HIT) observou que “o efeito do exercício aeróbio regular sobre a gordura corporal é insignificante”.

Modalidade Intervalos de alta intensidade e treinamento de força - HIIT

Modalidade Intervalos de alta intensidade e treinamento de força – HIIT

Um estudo que comparou o efeito de exercício de alta intensidade (60 tiros com 8 segundos cada e 12 segundos de repouso) com exercício aeróbio (60 por cento do consumo máximo de oxigênio por 40 minutos) constatou que HIIT resultou em reduções significativas na massa gorda total, enquanto que o grupo de exercício aeróbio tinha um ganho de gordura de 0,44 kg em média.

A melhor maneira para a perda de gordura visceral é um físico de alta intensidade como intervalado com sprints e, um programa de treinamento de resistência. Isso permitirá que você queime gordura visceral e construa músculos. Mais músculo irá elevar o metabolismo e causar um melhor ambiente hormonal, diminuindo assim as adipocinas.

Perder a barriga não é uma tarefa assim tão fácil de conquistar, porém não é impossível. Para ter uma barriguinha sarada e adquirir abdominais vincados com músculos definidos, é necessário dedicação e disciplina tanto em relação a atividades físicas como na alimentação, principalmente se a sua circunferência abdominal estiver acima do limite.

Uma dica para ajudar a controlar esta situação e diminuir a gordura visceral; para os homens, o ideal é ter uma circunferência abdominal inferior a 94 cm, para as mulheres o ideal é que esta circunferência esteja abaixo de 88 cm. Valores acima dos especificados podem influenciar na saúde.

Inclua em sua rotina exercícios de musculação para que possa tonificar os músculos e aumentar o metabolismo, melhore seu hábito alimentar, inclua em seu cardápio diário peixes como o salmão, atum e sardinha assim como frutos e vegetais oleaginosos os quais providenciam ômega 3 e 6 além de vitaminas.

Ingerir alimentos ricos em proteínas no café da manhã promove o aumento na taxa metabólica e contribui para que estejamos saciados por um maior período de tempo.

Consuma de 4 a 6 pequenas porções durante o dia, incluindo as principais refeições, para que possa manter o equilíbrio do nível de açúcar no sangue e o controle da liberação de insulina reduzindo o acumulo de calorias a qual será transformada em gordura.

Reduza o consumo total diário de carboidratos complexos para menos de 40%, evite o seu consumo depois das 18h, porque não há tempo suficiente para queimá-los antes de ir para a cama.

1 Você deve reduzir a quantidade de alimento que é consumido todos os dias e também melhorar a qualidade dos alimentos consumidos. Alimentos com alto teor de açúcar devem ser evitados – isso inclui macarrão, pão e refrigerante, além de bolos, biscoitos e doces. Coma muitos grãos e saladas verdes, legumes e frutas, carnes magras e uma variedade de sementes. Esses tipos de alimentos têm um teor nutritivo elevado em relação às calorias.

2 Faça exercícios pesados e regulares. Estudos têm mostrado que exercícios aeróbicos intensivos são mais eficazes na queima de gordura do que um exercício leve.

3 Levantar pesos queima muitas calorias, o que ajuda a perder peso. Exercícios compostos também funcionam melhor, pois estes trabalham vários grupos e também ajudam a ganhar músculos, os quais requerem mais energia que a gordura para se manter. Além disso, aceleram seu metabolismo.

4 Ter uma boa noite de sono é uma necessidade muitas vezes ignorada, mas a pesquisa mostrou que as pessoas que não dormem o suficiente são mais propensas a ganhar peso – e isto não tem nada a ver com o fato de que pessoas cansadas comem mais.

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

6 AVALIAÇÕES MÉDIA 5.3

VEJA TAMBÉM