ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

Conheça 8 tipos de farinha e seus benefícios

Não é só a farinha de trigo que existe no mundo da culinária, existem vários tipos e cada uma possui um benefício diferente. Conheça oito tipos de farinha e quais são as suas prioridades:

Farinha de Maracujá

A farinha de maracujá é um bloqueador de gordura natural e é excelente para diminuir o açúcar no sangue, seja por quantidade de carboidrato da dieta, seja por diabetes e resistência a insulina. As mulheres que possuem SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos) deveriam consumir essa farinha. Ela é rica em fibras e pobre em carboidratos, pois isso é a mais indicada para controle da glicemia, sendo uma aliada para os diabéticos tipo 1 e 2.

A farinha da casca de maracujá é rica em pectina, uma fração de fibra solúvel que tem a capacidade de reter água formando géis viscosos que retardam o esvaziamento gástrico, ou seja, promove sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento, e melhora o trânsito intestinal. Você pode usar nas preparações em geral, misturar nos sucos ou usar até 30min antes das refeições com chá gelado ou suco de limão (pois não tem caloria). Se você colocar em receitas, vai diminuir a absorção daquilo que você está comendo, pois a fibra funciona como uma vassourinha no sangue. Experimente, sua gordura vai diminuir.

tipos-farinha01

Quinua

A quinua é uma planta da família do espinafre, originária da região dos Andes, utilizada pelos Incas. Possui alto valor nutritivo, sendo rica em aminoácidos e carboidratos, além de conter fibras, sais minerais (cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco, cobre e manganês) e vitaminas (B1, B2, B3, E) que dão energia extra para seu metabolismo e evita fadiga muscular. Além disso, a quinua não tem glúten o que facilita a digestão e não prejudica o intestino.
Alimento protéico e de baixo índice glicêmico:
Cada grão tem 20 aminoácidos diferentes e entre eles a lisina, aminoácido que ajuda a fortalecer a imunidade e a melhorar a capacidade da memória. Já as proteínas, também contidas no cereal, podem auxiliar na elasticidade das fibras musculares e na recuperação de músculos, tecidos e células.
Alimento Antiinflamatório:
A quinua é rica em ômega-3, cheia de antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce ou lesões musculares.
Pode ser consumido por crianças, grávidas, lactantes, atletas, idosos, adultos e jovens, vegetarianos restritos, celíacos (que são intolerantes ao glúten presente na farinha de trigo), ou seja, não tem contra indicação.
Como encontramos:
Pode ser utilizada em várias receitas e de diversas formas de preparo. Os grãos podem ser utilizados em saladas, bolinhos com legumes ou cozidos, da mesma forma que o arroz, podendo substituí-lo. Já os flocos podem ser consumidos no café da manhã, acompanhando frutas, leite, iogurtes, vitaminas. As farinhas podem fazer parte das receitas de massas, pães, bolos e tortas. Além disso, a sua imaginação é indispensável para criar receitas e agregar esse alimento ao seu dia-a-dia da forma que achar mais agradável.

tipos-farinha02

Psyllium

Psylium é uma fibra solúvel que forma um gel no estômago, sendo super indicada para saciar. Por ser solúvel, funciona como uma vassourinha no organismo, diminuindo colesterol e açúcar no sangue, sendo uma farinha que auxilia o emagrecimento. É muito indicada também em doenças intestinais como diarreia, síndrome do intestino irritável ou diverticulite, pois melhora o trânsito intestinal.

tipos-farinha03

Berinjela

A farinha de berinjela é composta quase totalmente por fibras. A principal é a do tipo solúvel, que age na diminuição do colesterol e glicemia no sangue. A farinha também protege as funções hepáticas aumentando a produção de bílis, fazendo com que mais uma vez, o combate ao colesterol seja feito.

Além disso, ela é rica em antocianinas, que é o mesmo antioxidante presente no suco de uva e vinho, combatendo radicais livres em excesso combatendo o envelhecimento precoce. Também é rica em minerais como o potássio e magnésio, que ajudam o cálcio a se fixar nos ossos e no combate a câimbras e espasmos musculares, como cólica e enxaqueca. Por ser rica em fibras, a farinha de berinjela age melhorando a normalidade digestiva e a prevenção de doenças como constipação, hipercolesterolemia, hiperglicemia e obesidade.

tipos-farinha04

Uva

A farinha de uva é uma ótima fonte de antioxidantes e, principalmente, fonte de compostos fenólicos, como a luteonina, quercetina, procianidinas e o resveratrol. As procianidinas e o resveratrol são agentes antioxidantes muito estudados nas doenças cardiovasculares, pois pesquisas mostram que eles agem diretamente na saúde do coração. A farinha de uva é para quem quer ter os benefícios dos antioxidantes do vinho sem precisar tomá-lo todos os dias.

A luteonina é um composto fenólico importante para os olhos, indicado especialmente para perda da visão senil ou diabéticos descompensados, que precisam tomar um cuidado extra com a visão.

tipos-farinha05

Farelo de Aveia

O farelo de aveia é ótimo para baixar o colesterol ruim, fornece carboidrato de baixo índice glicêmico e é muito bom para o intestino. Contém beta-glucanas, que é um agente hipocolesterolemiante, pois absorve os ácidos biliares e é eliminado pelas fezes. Além disso, a aveia é riquíssima em fibra solúvel, que é um tipo de fibra que age como vassourinha no sangue, reduzindo colesterol e controlando o açúcar no sangue, sendo um aliado no combate ao diabetes.

A FDA (Foods and Drugs Administration), órgão que regulamenta os alimentos e medicamentos nos Estados Unidos reconheceu a eficiência da ingestão de diária de 3 gramas de fibras solúveis na redução dos riscos de doenças coronarianas, assim, pode-se dizer que a aveia é realmente eficaz. Em 100g de aveia, podemos encontrar em média 10,3g de fibra, ou seja, a composição de fibras num simples grão como a aveia, é de 7% a 12%. As fibras estão relacionadas também ao bom funcionamento intestinal e ao lento esvaziamento estomacal, pois são digeridas mais lentamente, prolongando a sensação de saciedade e dessa maneira, controlando a fome. Melhorando o trânsito intestinal, pode-se destacar a melhora da pele, do humor, auxilia na perda de peso e na eliminação de toxina pelo organismo.

A farinha de aveia tem mais carboidrato do que o farelo de aveia. O farelo é composto por fibras, então é melhor usar o farelo se quiser todos esses benefícios.

tipos-farinha06

Feijão Branco

A farinha de feijão branco tem uma glicoproteína chamada faseolamina que impede a absorção do carboidrato. Quando você usa essa farinha, você ajuda seu corpo a metabolizar melhor o carboidrato de outros alimentos e até mesmo, diminui a absorção do que você está ingerindo. É indicada para colocar em receitas que vão muito carboidrato ou você até pode tomar essa farinha 30min antes de comer, pois ela vai te ajudar a absorver o carboidrato da refeição e também faz o intestino funcionar.

tipos-farinha07

Amaranto

O amaranto é ainda pouco conhecido e é chamado de feijão dos Andes. Ele possui aproximadamente 15 % de proteínas, valor superior aos cereais mais comuns, como milho, arroz e trigo. Esse alimento estimula a recuperação e o ganho de massa magra, sendo uma ótima opção para atletas, praticantes de atividade física e idosos.
É rico em cálcio biodisponível, que é absorvido pelo organismo, ferro, zinco, magnésio, fósforo, vitaminas A e C e fibras. Elas ajudam na redução dos níveis de colesterol no sangue e auxiliam na perder peso, pois os flocos naturais de fibra reduzem o apetite. Além disso, apresenta ação antioxidante, contribui para a melhora do funcionamento do sistema imunológico.
É recomendado para crianças, lactantes e mulheres na fase de amamentação, celíacos, intolerantes à lactose, pois não contém glúten, lactose ou outras substâncias alergênicas em sua composição.
O amaranto quase não tem gosto. A farinha pode ser usada em inúmeras misturas, podendo ser adicionada em qualquer preparação. O grão pode ser consumido com fruta, iogurte, leites, e pode ser usado como ingrediente para preparação de pães, bolos, doces, sopas. A semente, quando aquecida, estoura como pipoca e está sendo utilizada para a criação de barras de cereais, musli (mistura de cereais), pães, bolachas e saladas. As folhas podem ser cozidas como a couve.

tipos-farinha08

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

13 AVALIAÇÕES MÉDIA 6.6

VEJA TAMBÉM