ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

Mitos sobre a gravidez e o exercício físico

Descubra os prós e contras sobre o exercício na gestação.

Praticar exercício físico é recomendado para todas as gestantes, pois há benefícios tanto para a mulher quanto para o bebê. Dentre eles, está a diminuição das complicações obstétricas, maior controle do ganho de peso da mãe, melhora no condicionamento físico, atuação no estado psicológico e social, e diminuição da depressão e do estresse.

Os exercícios físicos são muito importantes durante essa fase, porém, é recomendável que a gestante tome alguns cuidados. As melhores atividades são feitas na água, como natação e hidroginástica, pois evita as forças gravitacionais, melhora as dores lombares e o inchaço.

Ao escolher o tipo e a intensidade dos exercícios, a gestante deverá ter a liberação do médico e o auxílio de um profissional da área, pois as atividades variam de acordo com o período da gestação. A pessoa que nunca praticou exercícios físicos deve iniciar com atividades de baixo risco, como caminhadas, natação e hidroginástica leve. Já quem está habituada poderá continuar com o programa habitual, apenas deverá modificar a intensidade e velocidade, à medida que a gravidez evoluir.

Além da prática de exercícios, é importante que nessa fase a mulher cuide também da alimentação, para evitar ganho excessivo de peso. Isso é muito importante durante a gravidez para o bem-estar materno-fetal. Outro ponto a ser considerado é a alteração da presença de vitaminas no organismo.

Para quem planeja engravidar, é recomendado que a paciente procure um especialista e, com sua indicação, inicie três meses antes o uso de ácido fólico, que previne a má formação do sistema nervoso central do bebê, como anencefalia e espinha bífida.

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

2 AVALIAÇÕES MÉDIA 10.0

VEJA TAMBÉM