ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

A polêmica do vilão glúten

Saiba tudo sobre a polêmica do glúten nessa matéria!

O vilão da vez é o glúten, depois do ovo, da carne vermelha e da frutose. O glúten é a proteína presente no trigo, centeio, cevada, pães, bolos, macarrão, bolachas, coxinhas, cerveja, uísque. Enquanto celebridades atribuem seu corpo magro à dieta sem glúten, alguns especialistas iniciaram um movimento para provar que a substância faz mal e está ligada ao aumento de casos de doenças graves, como as cardíacas e Alzheimer.

Você pode não perceber, mas ele está em todo lugar, o glúten é a principal proteína dos grãos de trigo, aveia, centeio, cevada e malte. No final de 2008, ele ganhou fama de vilão. Tudo por causa da maior divulgação dos riscos da doença celíaca, se o glúten faz mal para um grupo de pessoas, por que não faria para todo mundo? Não faltou quem afirmasse que ele traria danos à saúde, mesmo em pessoas saudáveis. Mais tarde, a proteína foi acusada de provocar obesidade e inchaço no abdômen. O livro Glúten e Obesidade: A Verdade Que Emagrece, da carioca Regina Racco, virou best seller. A autora ficou 8 semanas sem ingerir os cereais que contêm a proteína e perdeu 11 quilos.
Especialistas afirmam que não há nada errado com o glúten. O ingrediente só é mesmo contraindicado para quem tem a doença celíaca, o resto é mito. O glúten não rouba nutrientes, não atrapalha a digestão e não dificulta a eliminação de toxinas em pessoas saudáveis. No caso das pessoas que eliminaram o glúten das refeições e emagreceram, a explicação é simples, a perda de peso é normal para quem deixa de comer certo grupo de alimentos. Isso é o que acontece se deixamos de comer pães e massas, ricos em carboidratos. A diferença não é o glúten, e sim a mudança na ingestão calórica. Se substituirmos esses alimentos refinados por integrais, também haverá redução de peso – embora eles contenham glúten.

Dá para ter uma alimentação sem glúten, mais importante do que isso, você precisa saber se realmente tem que ter uma dieta sem glúten, consulte o seu médico ou nutricionista.

A maior dificuldade da maioria das pessoas no início é encontrar alguma alternativa para substituir os pães, bolos, biscoitos, cereais matinais, macarrão e tudo o mais que é feito principalmente com a farinha de trigo. Para substituí-los, o mais comum é encontrar alternativas como receitas de massas, biscoitos e pães à base de farinha de arroz integral, de quinua, de soja, ou mesmo com ingredientes mais refinados, como as féculas e polvilhos. O melhor mesmo são as frutas, verduras, legumes, castanhas e grãos integrais sem glúten (como o arroz, a quinua, a soja, os feijões, lentilha e outros).

Preste atenção no que vai nos rótulos dos alimentos, às vezes, a informação contém glúten pode estar em alimentos que aparentemente não levam nenhum ingrediente como trigo, aveia, cevada ou centeio.

Fonte: Veja com adaptação Bom Corpo.

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

6 AVALIAÇÕES MÉDIA 10.0

VEJA TAMBÉM