ADICIONADO AOS FAVORITOS
CADASTRE-SE CLUBE DE COMPRAS DE SUPLEMENTO

PREENCHA SEU NOME

VOCÊ DESEJA ?
EMAGRECER
GANHAR MASSA

Tudo o que você deve saber sobre overtraining

Overtraining é um problema que ocorre quando o atleta faz mais exercícios do que seu corpo é capaz de se recuperar. Ao tentar melhorar o desempenho em treinamentos e provas, os corredores exageram no volume da atividade física sem ter o descanso adequado e escolhem uma dieta incorreta. As consequências, no entanto, vão da ordem muscular, passando por problemas nas articulações, e resultam em malefícios no sistema imunológico e no aspecto psicológico do corredor.

Dizem que a síndrome de over training esteja diretamente relacionada com uma estratégia de treino denominada “teoria da supercompensação”, que se fundamenta no princípio da sobrecarga progressiva. Essa teoria afirma que as reservas energéticas gastas durante o processo de contração muscular são repostas apenas no período de descanso.

O overtraining tem uma incidência maior em corredores de média e longa distância e implica em problemas das mais diversas ordens, como insônia, lesões agudas e crônicas, o sistema hormonal se desequilibra, irritabilidade, diminuição da performance e alteração da pressão arterial.

Também, interferirá em várias coisas que afetam a qualidade de vida. Para evitar esse problema, é essencial obedecer a seu treinador. Como forma de prevenir, o atleta precisa conhecer cada vez mais seu corpo, identificando sensações como preguiça, cansaço, exaustão para saber avaliar melhor, o seu rendimento no treino.

As causas fisiológicas e metabólicas:

– Elevação do nível do cortisol (hormônio que quebra o tecido muscular para forma energia);
– Déficit proteico;
– O catabolismo (reações de quebra de moléculas para produzir energia) supera o
anabolismo (reações de síntese de substâncias);
– Estresse no sistema nervoso central provocando distúrbios hormonais (ver coluna sobre
a tríade da mulher atleta que eu escrevi para o site);
– Tempo insuficiente para reparar os micro-traumas no músculo esquelético provocados pelo exercício.

Problemas que o overtraining traz aos atletas:

– Perda de condicionamento físico com perda de força e resistência;
– Dor muscular persistente;
– Sensação de fadiga crônica;
– Elevação significativa da frequência cardíaca em repouso (este é um sinal bem típico);
– Mudança de humor com quadro de depressão e irritabilidade;
– Queda da resistência imunológica;
– Perda da qualidade do sono.

O tratamento do overtraining é a redução drástica do treino ou em casos mais graves a interrupção da atividade física e das competições. Quando o atleta busca bons resultados e melhor qualidade de vida, ele deve ter acompanhamento de um médico, profissional de educação física, nutricionista e também um fisioterapeuta. Sendo diagnosticado em tempo, sem que haja complicações mais sérias, principalmente as provocadas pelos distúrbios hormonais, o quadro felizmente é reversível.

Fonte: Hipertrofia com adaptação Bom Corpo.

AVALIE ESSE POST

AVALIAÇÃO REGISTRADA COM SUCESSO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

RUIM

EXCELENTE

5 AVALIAÇÕES MÉDIA 8.4

VEJA TAMBÉM